homens escrevendo na parede de vidro

Marketing Digital: como evoluir e se tornar Growth Marketer

Qual o futuro do Marketing Digital? Descubra as habilidades necessárias para evoluir nessa carreira, se tornar Growth Hacker e aumentar seus resultados

Views: 212

Kaique PaesWritten by:

Um canivete suíço, o inspetor Bugiganga, ou o cinto de utilidades do Batman — você escolhe: todos eles poderiam representar a evolução do profissional de Marketing Digital. Alguém que reúna infinitas capacidades para os mais diversos objetivos. E, quem sabe, tenha a chance de salvar o dia.

Essa demanda surge por uma nova necessidade de capturar e aumentar o valor de um produto para o cliente o mais rápido possível, herdada da transformação digital.

Nos anos 2000, apenas 6% da população mundial estava conectada à internet. Dez anos depois, esse número pula para 23%, e em 2017, para 50%. A Singularity University presume que, ano que vem, já sejamos 66% — o que significa que somamos três bilhões de novos usuários em apenas uma década.

Vivemos uma abundância de informações e de recursos tecnológicos. Ela exige que negócios lutem pela atenção do usuário com um olhar mais inteligente sobre canais e mensagens.

homens escrevendo na parede de vidro

Entra em cena o Growth Marketing

Precisamos combinar arte e ciência: cultivar a parte intuitiva do processo, que conta com a criatividade para se posicionar dentro de um canal, enquanto se adota um método científico para gerar hipóteses, colocá-las à prova e analisar o retorno.

Essa combinação cria uma cultura de experimentação e iteração para entender quais são as alavancas de crescimento de uma empresa.

O growth marketer é responsável por testar canais constantemente para descobrir seus meios mais bem sucedidos em todas as etapas do funil de vendas, para encontrar a melhor forma de gerar tração com menos recursos e fazer o negócio crescer aceleradamente.

É um casamento perfeito entre criatividade de comunicação, psicologia comportamental, tecnologia, automação, análise de dados, SEO/SEM e metodologias de testes. É a versão transformação digital do profissional de Marketing.

Isso não significa que o Marketing Digital é ultrapassado

O Growth Marketing não ignora táticas que têm sucesso comprovado. Inclusive, seria burro negligenciá-las, e o que queremos é colocar todo o potencial para fora.

O Marketing Digital continua tendo relevância, mas ele é só parte do trabalho.

Como ingressar na carreira de Growth Marketing

Growth Marketing é um Marketing Digital que tomou anabolizante — sem a queda de cabelo ou a probabilidade de infarto. Um anabolizante do bem.

Como profissional de Marketing Digital, você já tem meio caminho andado. Ainda assim, é preciso mais. Você não só desenvolve um novo conjunto de habilidades, como também uma nova mentalidade, e ela é baseada em:

1. Mais velocidade

Aqui, estamos falando no tempo disponível para alcançar objetivos. Profissionais de Marketing Digital geralmente estão preocupados em uma construção de longo prazo. Eles prezam pela aquisição de clientes em um caminho que prioriza a reputação da marca.

Como growth marketer, você vai ter que apertar o passo. Os resultados devem aparecer rapidamente. Para isso, seu trabalho também contemplará as demais etapas do funil, para garantir crescimento de curto-prazo em todas as frentes.

computador sobre uma mesa de trabalho

Ou seja, em vez de olhar para as fases iniciais da jornada do cliente, você precisará mantê-los interessados, reduzindo o churn, aumentando a retenção e gerando recorrência. No final das contas, esse engajamento vai ajudá-lo também a intensificar medidas de aquisição.

2. Mais risco

Como o Growth Marketing precisa trabalhar com velocidade, ele também precisa testar novas iniciativas o tempo todo. Elas precisam ser impactantes e ser lançadas ao mercado rapidamente, para saber no que vale a pena investir mais tempo e dinheiro.

Essa cultura de experimentação exige uma tolerância maior ao risco, ainda que um risco calculado. Cada ação deve ter um racional, resultados esperados e consciência sobre suas possíveis consequências.

Se o digital marketer arrisca muito, ele tende a comprometer seus objetivos de longo prazo. Se o growth marketer não arrisca o suficiente, ele não está fazendo seu trabalho.

3. Mais tecnologia

A maior parte dos profissionais de Marketing Digital vêm de um contexto menos técnico e mais criativo. Ainda que tenham habilidade com plataformas digitais e analytics, a implementação das ideias geralmente fica a cargo de outros membros do time. Pode-se contar com um designer para alterar uma peça, um desenvolvedor para criar uma landing page, ou um business intelligence para ajudar a visualizar dados, por exemplo.

Um growth marketer, por outro lado, precisa dominar diferentes áreas, da ideação à execução, para agilizar processos e lançamentos.

diagrama de growth marketing

Isso inclui desenvolvimento de produto, engenharia de automação, análise de dados, entre outros.

“Mas eu sou de humanas!”

Que ótimo, porque todas essas áreas vão se beneficiar da sua criatividade — você precisa de muita! Só que o Growth Marketing olha para diferentes aspectos de um negócio, não apenas para a parte inventiva. Por isso, acostume-se a assumir diferentes funções técnicas para testar, mensurar e otimizar cada iniciativa.

4. Mais dados

Ainda que monitorem suas campanhas regularmente, muitas vezes digital marketers devem ainda confiar em hipóteses e suposições para otimizar o próximo passo.

É o velho “sei que 50% de nossas ações deram resultado, só não sei quais 50%.”

É complicado ter uma ideia assertiva do que funciona se você não tem um retorno específico da efetividade de cada ação em cada canal. É por isso que, como profissional de Growth, você vai precisar mensurar tudo no detalhe, mergulhar nos dados, saber como cruzá-los, conectá-los e tomar decisões com base no que eles dizem.

Não há como fugir dos números: todo growth marketer é extremamente analítico.

5. Mais estudo prático

Há bastante coisa para aprender, mas nada que exija 4 anos de faculdade. Na verdade, a melhor forma de se desenvolver é fazendo cursos, conversando com quem já está no mercado e — no melhor estilo growth —, experimentar.

Crie iniciativas onde você já trabalha, ou desenvolva projetos pessoais e realize testes para estimular um crescimento acelerado.

Encontre possíveis mentores em eventos da indústria ou no LinkedIn.

Siga especialistas e blogs para se interar mais sobre boas práticas de Growth Marketing.

E, claro, confira o Bootcamp em Digital Marketing & Growth da Tera para potencializar suas competências de Marketing Digital e se tornar um Growth Marketer preparado para o futuro. Nele, você poderá aprender mais sobre comunicação, psicologia comportamental, tecnologia, análise de dados e cultura de experimentos com experts do mercado enquanto trabalha em projetos reais.

Mas acima de tudo, não pare de aprender e evoluir. Quem sabe quem será o canivete suíço que salvará o dia de amanhã?

Marketing Digital: como evoluir e se tornar Growth Marketer

by Kaique Paes tempo de leitura: 4 min
0