cinco pessoas reunidas em volta de uma mesa mexendo em papeis

Conheça Erika Tamashiro – UX Designer e estudante do Bootcamp da Tera

Da arquitetura ao UX Design, conheça a transformação profissional da Erika ao longo do nosso Bootcamp e como a Tera ajudou no processo

Views: 373

Written by:

Arquiteta de formação, Erika Tamashiro sempre se jogou de cabeça quando o assunto era tecnologia. Começou sua carreira na área como Designer Digital, primeiro codando layouts e depois criando os seus próprios – que iam da arquitetura da informação ao wireframe e a interface.

Começou a estudar UX Design em casa e, por indicação de um amigo que já havia passado pela jornada do Bootcamp, decidiu investir na sua própria educação. Durante o Bootcamp, realizou o desafio de UX para a MindMiners, plataforma de pesquisas, e hoje é UX Designer na Wavy, empresa da Movile de conteúdo móvel e mensageria.

A Erika contou pra gente como foi sua experiência no Bootcamp de UX Design da Tera e um pouco da transformação que ela passou ao longo dessa jornada.

Erika, conta para gente, com o que você trabalhava antes de começar o Bootcamp?

Eu estava trabalhando em um estúdio de Design e Tecnologia. Por ser formada em Arquitetura e Urbanismo atuava lá tanto no projeto físico dos espaços quanto na parte digital dos projetos.

tera-student-spotlight-erika-2Legal, e o que te levou a fazer o Bootcamp da Tera?

O principal foi a vontade de direcionar melhor minha carreira. Em geral sempre atuei como generalista nas empresas, fazendo desde modelagem 3D até projetos de livros, sites e VR.
Estava sentindo que faltava entender o que me fazia sentir realizada participando de todos esses tipos de projeto. Descobri que a experiência das pessoas é o que me motiva e sabia que era com isso que eu queria trabalhar.

Você contou que descobriu que a experiência das pessoas te motivava no trabalho. Mas, como e quando você se interessou por UX?

Quando eu trabalhava com design digital, começamos codando layouts de site que já chegavam prontos. Quando a empresa percebeu que tinha muitos projetos e viu potencial para isso, começamos a criar nossos próprios layouts. E com isso comecei a aprender arquitetura da informação, wireframe e usabilidade na prática. Entregando e errando. Foi quando comecei a buscar conteúdo na internet, ler artigos, procurar vídeos, buscar pessoas da área e descobri um universo inteiro para ser explorado.

E o que fez você decidir vir para a Tera se aprofundar no tema?

Em março eu fiz um curso intensivo de Autoconhecimento na Fundação Estudar, e durante o curso ficou muito claro para mim que iria seguir profissionalmente como UX Designer e que eu deveria investir nesse objetivo.

Quando essa visão ficou clara eu tinha três escolas nas quais eu poderia fazer o curso. Cheguei até a fazer aula experimental em umas, mas a Tera foi minha escolha final. Senti confiança que o curso poderia me ajudar nessa transição.

E como foi sua experiência na Tera ao longo do Bootcamp?

Eu comecei extremamente empolgada e animada, lendo todos os artigos. No meio do curso, com a correria do trabalho e as dificuldades do dia a dia ficou mais difícil ler tudo e me empenhar do jeito que queria.

Mas, mesmo nos dias que estava muito cansada, os experts, meus colegas de sala e os facilitadores faziam a aula ser incrível! Foi uma troca intensa de experiências, conhecimentos, ansiedades e expectativas!

Quais transformações você teve ao longo da sua jornada na Tera?

Cada aula eu tinha mais certeza que estava no caminho certo e que era isso que queria para minha vida.

“Mas minha maior surpresa foi conseguir fazer a transição de carreira ainda no meio do curso.”

Eu já estava me candidatando para algumas vagas e pensava em mudar de emprego no segundo semestre, no entanto meu amigo comentou que havia uma vaga em aberta na Wavy – Blog oficial da Movile, dona de empresas como iFood e Sympla – e me indicou.

Lembro que depois de uma das aulas da Tera fui conversar com o Claudio Yamaguchi (Head de Programas da Tera) e com a Bruna Amancio (Facilitadora de aprendizagem) sobre minhas entrevistas e minhas inseguranças quanto a mudar de emprego. Eles me ouviram, mostraram os desafios que passaria e deram todo o suporte que eu precisava, até eu conseguir passar no processo seletivo e começar a trabalhar.

Você teve que conciliar trabalho e Bootcamp. Me conta como foi isso?

Sim, no começo tive que conciliar o trabalho anterior e depois ainda tinha que conciliar as entrevistas de emprego que estava fazendo.

Eu salvava tudo que precisava ler no Pocket e aproveitava a ida e volta do trabalho para ler no metrô. No trabalho eu levava marmita pro almoço para comer mais rápido e ver os vídeos das aulas também. Durante o fim de semana eu parava para fazer algumas coisas mais práticas.

Como você classifica e descreve seu aprendizado na Tera?

Com certeza foi o melhor investimento que fiz! Não digo apenas pelas aulas do Bootcamp em si, mas por toda estrutura que ele proporciona: o networking, a mentoria e o aprendizado constante.

Os experts estavam sempre dispostos a tirar nossas dúvidas, mesmo depois das aulas por Slack. Cheguei até a ter Feedback de jornada do usuário por áudio do WhatsApp (risos).

Além disso tive a oportunidade de participar de um projeto piloto sobre carreira com o Heryk Slawski (Program Manager na Tera), que me ajudou a enxergar muita coisa bacana de como seguir daqui para frente.

cinco pessoas reunidas em volta de uma mesa, três de pé, mexendo em papeis de projeto

Como foi conciliar tudo isso acontecendo, o Bootcamp e as outras coisas da sua vida?

Não foi fácil. Tive que me dedicar muito e buscar brechas no meu dia a dia. Mas, com certeza, não é impossível e vale muito a pena!

Como sua vida mudou depois do Bootcamp?

Mudei de carreira, de empresa e até de casa (risos)

Quais são seus desafios atuais? Onde esta trabalhando e o que faz no seu trabalho?

Meu maior desafio hoje é entender melhor o mundo dos negócios e dos números, de modo a conseguir mostrar o valor do UX dentro dos projetos.

Atualmente estou na Movile e tenho trabalhado com Design System, plataformas e pwas em geral.

Como você avalia que a Tera te ajuda nesses desafios atuais?

A Tera me ajudou a consolidar conhecimentos, me ensinou muita coisa que eu nem sabia que existia e me proporcionou acesso a um canal de comunicação com profissionais incríveis que converso até hoje.

E para finalizar, como você definiria sua experiência na Tera?

Foi intensa e extremamente importante para minha transição de carreira. Foi o melhor investimento que poderia ter feito e sou muito grata por todos que conheci durante esse processo!

_______________________________

Se você, assim como a Erika, quer se tornar UX Designer ou aprender as demandas de uma das áreas que mais crescem no mercado de tecnologia, conheça nosso Bootcamp em UX Design. Contamos com a versão intensiva e a versão semi-intensiva desenhadas de acordo com as demandas do mercado e em parceria com experts de grandes produtos digitais como NuBank, Visa e Youse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça Erika Tamashiro – UX Designer e estudante do Bootcamp da Tera

by Kaique Paes tempo de leitura: 5 min
0