tera-blog-data-science-engenheiro-2

Como evoluir de Engenharia de Software para Ciência de Dados

Como, após 8 anos de profissão, Gabriel Cypriano migrou da área de Engenharia de Software para Ciência de Dados e realizou seu sonho profissional

Views: 240

Written by:

Quando Gabriel Cypriano começou a trabalhar como Cientista de Dados, sequer tinha feito uma graduação específica para o tema. Sabia que as mudanças que havia escolhido para seu desenvolvimento profissional não seriam fáceis, mas se jogar sem medo é uma dica que ele leva para toda a vida.

Na bagagem, Gabriel levava uma faculdade em Ciência da Computação – que escolhera graças à descoberta da sua vocação lá na década de 80 quando, por curiosidade, mexia no computador do pai. E, 8 anos de trabalho como Engenheiro de Software.

tera-blog-data-science-engenheiro-3

Após sua formatura, viu na sua frente um leque de possibilidades que evoluíam e mudavam constantemente. No ramo de tecnologia, é assim: cria-se empregos novos e modifica os que já existem, além de transformar alguns em obsoletos e sem razão para existir.

Novato com 8 anos de experiência

Com oito anos de bagagem em Engenharia de Software, Gabriel Cypriano, Cientista de Dados na Creditas e Expert do Bootcamp de Data Science da Tera, resolveu mudar a direção da sua carreira para Ciência de Dados. Mas, foi uma transformação consciente, quando se deu conta que todos os artigos que lia e tudo que consumia estava ligado à ciência de Dados, deixou a inquietação de lado e começou a se jogar na área.

Enquanto era Engenheiro de Dados, lidava com Softwares – da criação a manutenção -, os códigos antigos foram, aos poucos, se transformando e abriram espaço a novos códigos, lidando com resultados de coleta de dados para criar estudos específicos, extrair e gerar conhecimento.

Sabe aquele sofá que apareceu como anúncio nas suas mídias sociais minutos depois de você ter acessado um e-commerce? Ou então aquelas camisetas sugeridas de acordo com seu perfil em uma loja que você ama? Por trás dessas funções, existe a inteligência e a manipulação de dados capazes objeto de estudo da ciência de dados.

Sobre inquietação e transformação

Embora já tivesse muito repertório com os anos de trabalho, não existia uma faculdade específica para isso. Geralmente, quem entra na área são pessoas formadas em faculdades como: Sistemas da Informação, Estatística, Matemática, Física e Ciência da Computação. Mas nenhuma dessas formações é um pré-requisito.

Mas, ter se formado em Engenharia de Software, fez Gabriel pegar vários atalhos:  o conhecimento em programação e lógica matemática são alguns deles.

Começou pequeno, implementando melhorias em sua própria startup, a Songwish – cujo intuito era a recomendação musical apoiada nos artistas já escutados – e, depois de muito estudar resolver redirecionar sua carreira.

tera-blog-data-science-engenheiro-4

O que mais atrai os engenheiros de Software à migração talvez sejam as possibilidades que a Ciência de Dados traz, tipo identificar objetos em imagens e o reconhecimento de fala Ele comenta. “O que mais assusta talvez seja a complexidade da teoria, que envolve estatística, cálculo e álgebra linear.”

Habilidades necessárias

Além de lógica de programação, princípios matemáticos como estatísticas e regressão ajudam o Cientista de Dados a encontrar esses avanços e soluções em direção à otimização de processos, potencialização dos lucros, melhor compreensão do cliente, e identificação de oportunidades.

Um profissional altamente capacitado ainda deve abraçar áreas complementares de maneira mais afunilada como marketing, finanças, vendas ou social media.

tera-blog-data-science-engenheiro-1

É indispensável, sobretudo, a pesquisa, porque o dia a dia consiste na checagem e alteração de trabalhos já feitos, em estar sempre alerta à detecção de erros, na busca por novos códigos e, enfim, na análise e categorização das informações, que devem ser expostas de modo claro ao resto da equipe.

Se você quer aprender as demandas específicas para se tornar um Cientista de Dados e fazer como Gabriel, não deixe de conhecer o Bootcamp em Data Science & Machine Learning for Business da Tera, onde você vai aprender demandas reais do mercado colocando em prática o aprendizado com experts de Ciência de Dados de grandes empresas, como: NuBank, Amazon Web Service e Creditas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como evoluir de Engenharia de Software para Ciência de Dados

by Kaique Paes tempo de leitura: 3 min
0