mulher anotando coisas em um papel na parede

Aprender fazendo, conheça um dos pilares do futuro da educação

Aprender fazendo, ou Learn by Doing, é um método de aprendizagem prática que compõe um dos pilares da andragogia e pode definir o futuro da educação

Views: 1783

Kaique PaesWritten by:

Boas vindas à era digital, onde aprender fazendo se mostrou a maneira mais adequada de se abordar a educação.

O contexto de mercado exige outras formas de aprendizado que não mais aquelas clássicas acadêmicas e o Learning by doing, ou aprender fazendo, permite conectar estudantes com a nova realidade do mundo do trabalho.

Empresas ávidas por novos talentos e jovens que querem atuar com as profissões do futuro buscam modelos de aprendizado rápido para adquirir novas competências.

Exatamente o que a experiência de atuar em projetos com a mão na massa traz, aliando o conhecimento teórico ao desenvolvimento de habilidades. Tudo o que acontece quando se aprende na prática.

moleskine com desenhos de layout de aplicativos feitos com caneta azul

But, What is Learn by doing?

Em oposição ao método tradicional de ensino passivo e teórico, temos a proposta de que a aprendizagem deve ser relevante e prática. O conceito de aprender fazendo foi cunhado por John Dewey (1938) e mais recentemente, em 1984, explorado por David Kolb no livro Experiential Learning: Experience As The Source Of Learning And Development.

O educador e filósofo americano John Dewey via tudo como experiências e acreditava nas possibilidades da educação pelo envolvimento do aluno na atividade. Ele apostava na educação como um processo de reconstrução e reorganização das experiências adquiridas para influenciar as experiências futuras.

A teoria da aprendizagem experiencial de Kolb é reconhecida pelo mundo acadêmico e profissional e seus conceitos são considerados fundamentais. Tanto para o entendimento e explicação do comportamento humano de aprendizagem, como para ajudar os outros a aprender.

Aprender fazendo e andragogia

De Platão a Aristóteles e Rousseau, de Montessori a Célestin Freinet, filósofos e educadores defenderam o conceito de aprender fazendo ao longo do tempo, mesmo que usando outros nomes.

O Learning by doing valoriza a prática como uma forma de aprendizado eficaz, que se mostra ainda mais relevante na andragogia. A educação adulta é um tema cada dia mais presente no ambiente corporativo e no meio profissional, onde nunca foi tão importante capacitar e desenvolver pessoas, de modo mais forte e em um tempo mais rápido.

Num mundo impactado por tecnologias que se renovam em segundos e negócios que surgem e escalam rapidamente, todos precisam de pessoas capacitadas para lidar com os novos desafios.

Observando mesmo que superficialmente esse contexto, fica evidente a necessidade de ter pessoas vivenciando novos modelos de ensino e oportunidades de aprendizado rápido, em que aprender, desaprender e aprender de novo passa a ser a rotina adulta.

E pessoas aprendem melhor fazendo, porque o ser humano é moldado por experiências.

Aprendemos melhor quando estamos diretamente aprendendo na prática e experimentando o aprendizado, em vez de memorizar números e definições de livros.

Porque é melhor aprender fazendo

caderno com desenhos de aplicativos feitos com caneta bic e canetinha verde

Errar e aprender é um processo no qual estudantes descobrem até mesmo as formas de não fazer. Ao mesmo tempo em que são motivados pelos desafios, até que encontram soluções inovadoras para o problema proposto e para as dificuldades que surgiram no processo de aprendizado.

Na Tera, usamos essa metodologia porque sabemos que quem inicia uma jornada de aprendizado conosco precisa se preparar rapidamente e sair dos nossos bootcamps para as novas carreiras em times digitais de alta performance.

Se tudo muda o tempo todo, não podemos esperar que a educação para o futuro mantenha os antigos métodos de transmissão passiva do conhecimento. Nem esperar, nem acreditar que as novas competências desse mundo tecnológico e disruptivo possam ser adquiridas sem novos modelos de aprendizado.

Todas as habilidades exigidas pelos negócios que movem a nova economia estão conectados com a capacidade de resolver problemas, trabalhar em rede e se comunicar com facilidade em times multidisciplinares.

Para atuar nesse mercado as pessoas precisam estar tecnicamente mais preparadas, demonstrando interesse e facilidade de aprendizado contínuo, com skills que não se aprendem nas escolas comuns.

Mas a Tera veio justamente para ocupar esse espaço da educação adulta para a economia digital, com instrutores que são experts em suas áreas e aplicam a metodologia do Learning by doing.

Apostamos em desafios reais, onde estudantes com experiências e níveis de conhecimento diversos, recebem uma base teórica enquanto participam de atividades hands on, atuando diretamente no problema que deve ser solucionado em equipe ao longo do Bootcamp.

O Learn by doing é um dos pilares do nosso modelo de educação. O que ajuda pessoas a se manterem atualizadas com as novas demandas do futuro do trabalho. Partiu aprender fazendo?

Aprender fazendo, conheça um dos pilares do futuro da educação

by Kaique Paes tempo de leitura: 3 min
0